Improvisado na mídia!

Improvisado no Metrópole - Estadão 21/10/09

Improvisado no Metrópole - Estadão 21/10/09

Finalmente fomos notados por um meio de comunicação importante, sinal de que nosso trabalho tem valido a pena.
A idéia do Improvisado nasceu do desejo de criar uma noite cultural diferenciada, com liberdade de expressão e possibilidade de diálogo entre diversas formas de arte. O objetivo principal nunca foi o retorno financeiro, mas sim a realização de um sonho: poder tocar livremente, convidar artistas talentosos para enriquecer o nosso som, difundir a música instrumental para um público interessado.
Quem acompanhou nossa trajetória sabe muito bem disso, mas decidimos esclarecer nossos objetivos para que as pessoas que tiveram o primeiro contato via matéria do jornal, não ficassem com a impressão errada.
Ficamos muito gratos pelos elogios e continuaremos trabalhando para fazer o melhor que pudermos. Colocamos uma página no nosso blog (Trio Improvisado) com um release que conta um pouco mais sobre nosso trio.
Aos antigos e futuros amigos, até quinta-feira!

4 Responses to “Improvisado na mídia!”

  1. Livia says:

    Espero, sinceramente, que a mídia não estrague o evento. Cada vez mais pessoas reclamam da lotação e da falta de estrutura para atender tanta gente, sobretudo no bar.

    Em resumo, adoro vocês e desejo, de verdade, que a fama não seja a causa de um fim pramaturo, como já vimos em tantas outras baladas.

  2. Ira says:

    Parabéns aos improvisados! Finalmente, na mídia! Só podia rolar, mais cedo ou mais tarde. Mas espero que esse evento continue sendo único, especial, seleto. Abraços!

  3. Oi Livia e Ira,
    Nós também não queremos estragar o Improvisado. Pra nós ele não é apenas uma balada, e sim um sonho que se tornou realidade. Somos músicos antes de qualquer coisa… hehe
    Durante os 2 anos de existência fomos aprendendo com os problemas que aparecem. E eles vão mudando… mas precisamos do feedback de vocês para identificá-los. Muitas vezes estamos concentrados em outras coisas (tocar, por exemplo) e não percebemos o que está acontecendo. Estamos tentando melhorar a sonorização, criar um controle de entrada para limitar o número de pessoas (definir esse número), entre outras coisas, mas nem sempre essas soluções aparecem instantaneamente.
    A gente chega lá. Esperamos ver vocês em muitos Improvisados ainda!
    Beijos

  4. Vale lembrar, Castilha, que quem não leu a matéria ainda pode faze-lo no site do Estadão. Inclusive com acesso a três videos de Improvisados com Verônica Ferriani, Dani Black e Ricardo Teté. Muito legal. Parabéns pela publicação.
    http://www.estadao.com.br/noticias/cidades,grupo-comecou-no-improviso-e-ja-reune-350-fas-todos-os-meses,453782,0.htm

Leave a Reply

Panorama Theme by Themocracy